5 boas notícias sobre coronavírus que você precisa saber

O coronavírus (covid-19) se espalha, mas há boas notícias que são encorajadoras. Todos os dias a mídia nos informa sobre contágios novos e mais falecidos, mas nem tudo é desolação em relação a essa doença e devemos adotar uma atitude positiva, como sempre deve ser enfrentado com adversidades, queremos destacar alguns fatos importantes a serem considerados.

1. A maioria dos infectados se recuperam

Todos estão preocupados, no entanto, com um total de cerca de 1.850.220 casos em todo o mundo, cerca de 430.455 já se recuperaram da doença, enquanto o resto ainda está sendo tratado. O número de mortos é infinitamente menor: 114.215 mortes, o que é 16 vezes menos o número de mortos do que curados.

2. 80% dos casos são benignos

Quase 81% dos casos são benignos. A doença dificilmente causa sintomas em algumas pessoas. 14% têm pneumonia grave e dentro desse percentual 5% podem se tornar críticos.

3. Ataca muito pouco as crianças

Crianças com menos de 12 anos são muito pouco afetadas por esse vírus, embora não esteja descartado que elas possam ser portadores saudáveis. Apenas 3% contraíram o vírus e a mortalidade por menos de 40 anos é de 0,2%.

Em crianças muito pequenas, os sintomas são tão leves que podem passar despercebidos.

4. O coronavírus pode ser facilmente neutralizado

Você pode neutralizar o vírus apenas limpando superfícies contaminadas com um pouco de álcool (álcool 70) por um minuto ou com peróxido de hidrogênio (0,5% água oxigenada) ou hipoclorito de sódio (alvejante ou lavanda a 0,1%),  e o vírus estará inativado.

Lavar as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos e evitar tocar o rosto ainda é a melhor medida para evitar o contágio.

5 As vacinas protótipo já existem

Nossa habilidade de conceber novas vacinas é espetacular. Já existem mais de 8 projetos voltados ao ataque ao covid-19, propostos pelos mesmos grupos de cientistas e pesquisadores que trabalharam na vacina SARS-CoV-2.

O desenvolvimento dessas vacinas precisa de tempo para avaliar a toxicidade ou potenciais efeitos colaterais, bem como segurança, imunogenicidade (capacidade de induzir uma resposta imune) e eficácia na proteção contra o vírus. Podemos precisar de alguns meses para ter uma vacina comercializável, mas a pesquisa já está em andamento.

Não deixe de compartilhar essa informação importante! Todos nós precisamos saber o que é coronavírus e como nos proteger.