Mulher de 95 anos sobrevive ao coronavírus na Itália

O covid-19 atingiu muito a Itália e as notícias que vemos daquele país nos fazem refletir sobre a gravidade dessa situação, mas quando surgem histórias como a de Alma Clara Corsini, sentimos imensa alegria e esperanças se renovam.

Ana Clara é uma italiana de 95 anos que se recuperou completamente do Covid-19. Ela mora em Fanano, província de Modena e se tornou o orgulho da equipe de médicos que a atenderam e que, desde 5 de março, estão dando uma luta desigual contra o vírus.

A Itália tem a população mais longa da Europa. 1 em cada 4 italianos tem mais de 65 anos e dentro dessa faixa etária, o coronavírus atingiu muito forte, causando a morte de milhares de pessoas. Além disso, é preciso acrescentar que as medidas de precaução não foram tomadas a tempo e que os centros de saúde não estavam preparados para tratar a doença em tantas pessoas ao mesmo tempo.

A notícia da avó Alma Clara causou tanta alegria que até o próprio Papa Francisco comentou em suas redes sociais: “Na Itália, uma avó de 95 anos, ela é a primeira paciente curada do coronavírus. Alma Clara Corsini vive, venceu esta batalha pela vida para nos dar esperança.”

Alma Clara resumiu-se em uma única frase: “Bons médicos cuidavam de mim, vou estar em minha casa em pouco tempo”. Após 15 dias no hospital, ela conseguiu superar a doença e é um orgulho para a equipe médica que a atendeu, pois ela é a pessoa mais longa que supera essa crise.

“Sim, sim, sim, estou bem. Eram boas pessoas que cuidavam bem de mim, e agora vão me mandar para casa daqui a pouco”, disse Alma Clara Corsini.

Boas notícias para reacender esperanças em nossos médicos e em nós mesmos. Não deixe de compartilhar essa notícia maravilhosa!